V Brazilian Open Championship se consagra como o maior evento internacional da modalidade de 3 tambores da história(Abelardo Itamar)-21/08/2013

Com a participação de 12 nações, o V Brazilian Open Championship realizado pela NBHA Brazil se consagra como o maior evento da modalidade de três tambores na história e tem a Itália como a grande campeã.

Realizado durante os dias 15, 16 e 17 de Agosto de 2013, a quinta edição do Brazilian Open Championship recebeu 12 países de diferentes continentes para as disputas acirradas do Mundial de três tambores da NBHA Brazil. Na ocasião a equipe brasileira disputou o título contra outros 11 países sendo eles: Argentina, Austrália, Chile, China, Costa Rica, México, Panamá, Paraguai, Itália, Uruguai e Venezuela, cada um deles com dois representantes e um responsável pela delegação. No caso do Brasil os titulares do time foram José Júnior Filho e André Coelho, devidamente classificados durante as disputas da 4ª Prova do Rancho Mariana em Altinópolis – SP no mês de Junho de 2013 para representar o Brasil neste evento.

As competições do V Brazilian Open Championship aconteceram no Haras Raphaela localizado na cidade e Porto Feliz no interior do estado de São Paulo juntamente com a Copa Brasil ABTB realizada pela Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza e as emoções foram à flor da pele.

No primeiro dia o time verde e amarelo muito bem representado pelos competidores José Júnior Filho e André Coelho somaram 38,290 segundos e assumiram a terceira colocação geral que foi liderada pela equipe Italiana com 35,008 segundos seguida pela Venezuela com 36,357 segundos.

No segundo dia por conta de uma desclassificação o competidor André Coelho não teve a oportunidade de competir e o time do Brasil acabou em último lugar. A equipe venezuelana terminou o dia com a primeira colocação e a média de 37,116 segundos seguida da Costa Rica com 37,213 segundos e na terceira posição o Panamá com 37,551 segundos.

A grande final aconteceu no sábado dia 17, e depois de passadas de tirar o fôlego a grande campeã com a média de 70,231 segundos foi a equipe italiana composta pelo delegado Vincenzo Liguori e os competidores Gerry Liguori e AntonioSbardella. Como reservado campeão ficou o Brasil graças ao excelente desempenho de José Júnior e André Coelho que ao final obtiveram a somatória de 72,304 segundos. Ficando com a terceira colocação a Venezuela marcou 72,659 segundos e a equipe de competidores formada por GuilhermoOvalles e Cristofer Taylor garantiram seu lugar no pódio. Com a quarta colocação ficou o México, na quinta a Costa Rica, em sexto ficou o Paraguai, na sétima posição a equipe do Panamá, a Argentina foi a oitava e com a nona colocação ficou o time Chinês, o décimo lugar foi do Chile, o Uruguai foi décimo primeiro e por fim a Austrália foi a última colocada em décimo segundo lugar.

Vale lembrar que durante o período que passaram no Brasil, as comissões de todos os países tiveram a oportunidade de assistir a Clínica de Três Tambores com Troy Crumrine durante o evento da ABTB e também participaram de visitas a Central Rancho das Américas e ao LubRanch, dois dos maiores centros de reprodução do país.

“Ao final do evento a diferença mínima entre os colocados mostrou que o nível técnico está muito bem nivelado e que desde a América até a Ásia a modalidade de três tambores está evoluindo. Juntos fizemos o maior evento internacional da modalidade de que se tem notícia, parabéns a todos os participantes e obrigado por fazerem parte deste espetáculo conosco” finaliza Marcelo Delchiaro – Presidente da NBHA Brazil.

Para conhecer o trabalho da NBHA Brazil acessem www.nbhabrazil.com.br ou www.nbhabrazil.com

Abelardo Itamar Peixoto
NBHA Brasil