Prova Técnica é a grande novidade do 2° Grand Prix de Laço-16/03/2011

 Prova acontece em pista coberta, de 25 a 27 de março. Serão mais de R$ 100 mil em prêmios

Porto Feliz, cidade que fica a 132 km de distância da capital São Paulo, irá receber laçadores de todo o Brasil para as disputas do 2º Grand Prix Laço em Dupla Haras Raphaela – Rodeo Way. Serão dados R$ 130.500,00 em prêmios, incluindo três carros ‘zero’ km. “Estamos preparando tudo com bastante carinho, pensando em deixar os competidores satisfeitos. Para essa segunda edição trazemos novidades que já agradaram a todos. Procuramos oferecer uma premiação atrativa, primando pela organização impecável, boiada de qualidade e horários rígidos”, reflete Marcelo Chiaverini, da Rodeo Way/Rodeo Way Import.

Com a experiência na organização de provas há alguns anos, pois foram os responsáveis pela ANLD (Associação Nacional de Laço em Dupla), Marcelo e a Rodeo Way, agora, uniram todo esse conhecimento com as novidades da modalidade, o modo ágil e menos cansativo de tocar uma prova de Laço, por exemplo, com a utilização do Software de Gerenciamento de Provas.

As provas, nas categorias Somatória 4 e 5; Somatória 6, 7 e 8; e Somatória 11, acontecerão na arena coberta do Haras Raphaela, umas das melhores estruturas de provas equestres do Brasil. “Após o sucesso obtido com o 1º Grand Prix, onde tivemos uma receptividade fantástica por meio dos competidores, a expectativa para a segunda edição é muito boa. A estrutura oferecida pelo recinto do Raphaela é um diferencial e nos dá segurança em função da pista coberta, não dependendo das condições climáticas para a realização da prova”, observa Marcelo.

Os competidores laçarão divididos de acordo com o Handcap da HNLD, disponível no www.cpldbrasil.com.br. A programação também já foi definida pelos organizadores Marcelo Chiaverini e R4 Publicidade. Na sexta, às 9h – Prova Técnica; no sábado, às 9h30 – HC 11; na sequência – HC 4 e 5; e no domingo, às 10h – HC 6, 7 e 8.

Serão premiadas até a sétima melhor dupla na Somatória 4 e 5, até a oitava melhor na Somatória 6, 7 e 8, e até quinto lugar na Somatória 11. Os carros vão para a dupla campeã da 4 e 5, reservado para a somatória 4; e para os primeiros e segundos lugares da 6, 7 e 8.

Técnica – A grande novidade fica por conta da realização de uma Prova Técnica. Nenhum outro evento particular da modalidade realizou antes prova semelhante. Do total da premiação, R$ 12 mil serão revertidos para essa prova, homologada pela ABQM, com a presença de cinco juízes oficiais (três para as notas, um de equipamento e um de bandeira) e que pontuará os conjuntos para efeito de Registro de Mérito.

As disputas ocorrerão nas categorias Aberta Sênior, Aberta Júnior, Amador, Amador Principiante, Master, Jovem e Jovem Principiante. Campeões e vice de cada categoria estão automaticamente classificados para a Copa dos Campeões da ABQM, em outubro.

A expectativa é enorme. “O aumento de cavalos e participantes neste modelo de provas é visível e extraordinário. Como estamos sempre buscando novidades, porque não fazer uma etapa validada pela ABQM no nosso evento? Acredito que teremos uma boa adesão.”

A barreira será eletrônica. Será a segunda vez no Brasil que será usada. A primeira vez foi na Copa dos Campeões/Potro do Futuro ABQM, em outubro do ano passado, e agora no Grand Prix.

Inscrições - Os valores das inscrições foram estipuladas em R$ 250 (para as Somas 4, 5, 6, 7 e 8) e R$ 150 (para a Soma 11). Cada laçador poderá fazer no máximo: seis inscrições nos HC 4, 5, 6 e 8, sendo duas com o mesmo parceiro; três inscrições no HC 7 (duas com o mesmo parceiro);  oito inscrições no HC 10 e 11 (duas com o mesmo parceiro); e quatro inscrições no HC 9 (duas com o mesmo parceiro). Ainda segundo o regulamento, errando o primeiro boi, a dupla não volta para o segundo e assim por diante.

Como a procura por inscrições está grande, por isso é importante o laçador fazer suas inscrições antecipadamente, os organizadores definiram um número máximo de inscrições por Handcap, a fim de manter os horários pré-estabelecidos em regulamento, não estendendo a prova até muito tarde. Portanto, atingindo o número máximo de inscritos, que é de HC 11 – total 450; HC 6,7 e 8 – total de 600; e HC 4 e 5 – total de 600, até dia anterior da prova de cronômetro, não haverão inscrições no dia.

Na Técnica, as inscrições só foram feitas de forma antecipada, foram encerradas no dia 15 de março, e custaram R$ 250,00.

Para facilitar o pagamento das inscrições serão aceitos os cartões Visa e Mastercard, havendo ainda a possibilidade de parcelamento. O formulário de inscrições encontra-se disponível nos sites do Haras Raphaela e da Rodeo Way. As fichas deverão ser preenchidas e enviadas por e-mail para anld.lacodupla@gmail.com ou correio para Rua da Convenção, 664, em Itu, SP, a sede da RW Import.

                 Apostando no número grande de famílias que acompanham as provas, para torcer por seus maridos, irmãos, filhos e amigos, o Grand Prix irá promover também uma prova de cavalete para a criançada. “Foi uma grande surpresa uma prova de laço com um público tão grande, por isso resolvemos fazer atividades para as crianças, além disso, buscaremos servir o publico com alimentação de qualidade, banheiros limpos e conforto, isto tudo marca registrada dos eventos no Haras Raphaela”, finaliza Marcelo.

Todas as informações e o regulamento completo encontram-se nos sites www.harasraphaela.com.br/eventos e www.rwimport.com.br. Outras informações: Marcelo Chiaverini (11) 7872-1884 e R4 Publicidade (15) 3281-2753/7834.7870.

 Não perca a oportunidade de conhecer ainda mais essa marca que movimenta o Brasil!!! – (11) 2429-5721 – Tel/Fax (11) 2429-5722. Fale com Elder ou Camila / www.rwimport.com.br

 Assessoria de Imprensa: Luciana Omena
luciana@westernmagazine.com.br
Mtb 74833
(11) 9624-0915 / (11) 7838-0306 /
ID 37894*6