III ETAPA ATBM – O MARANHÃO DEMONSTRA TODA SUA FORÇA NO CENÁRIO NACIONAL DO TAMBOR E BALIZA(Luis Almeida)-17/09/2013

III ETAPA ATBM – O MARANHÃO DEMONSTRA TODA SUA FORÇA NO CENÁRIO NACIONAL DO TAMBOR E BALIZA(Luis Almeida)-17/09/2013

                        A III Etapa ATBM do VI Circuito Maranhense de Tambor e Baliza que seria realizada originariamente no Quartel da Polícia Militar do Maranhão, com a inauguração de pista, teve no Haras 4 Irmãos, para onde foi transferida, a consecução de um sonho, com a quebra do recorde norte-nordeste de tambor, com a expressiva marca de 17,031 s, colocando definitivamente o tambor maranhense no cenário nacional da modalidade.

                        Coube ao jovem cavaleiro da categoria Júnior, Luis Guilherme Almeida Silva de 11 anos de idade da equipe do Haras 4 Irmãos, montando o appaloosa Rick Handful JIBF(Arapongas Top Handful x Trouble’s Flower FF), registro Ap17795, com 13 anos de idade, a realização da proeza de estabelecer esse novo recorde em uma passada perfeita, emocionando a todos que assistiam ao tira-teima na manhã do dia 15.09.2013.

                        O estabelecimento dessa marca é, sem dúvida, a certeza de que é possível, em terras nordestinas, mesmo com pista descoberta, o alcance de tempos na casa dos 16 s, fato que premia todo o trabalho desenvolvido pela Associação de Tambor e Baliza do Maranhão – ATBM com a persistência, desde 2008, na realização de circuitos com premiação significativa, estimulando aos competidores e haras participantes, cada vez mais, a busca da superação.

                        Esse feito também serve para mostrar a força do cavalo Appaloosa na modalidade de tambor, pois é dessa raça agora o tempo mais rápido do norte-nordeste na modalidade, sendo quase certo que o alazão Rick Handful seja também o detentor agora do título de appaloosa mais rápido do país.

                        Vale ressaltar também todo o trabalho desenvolvido pelo Haras 4 Irmãos, cuja equipe é comandada pelo treinador Lincoln Gimenez, cujo currículo inclui já dois títulos a nível mundial na NBHA, como também na pista de competição, com a aquisição de rastelo diferenciado do Evandro Guerra, o mago das pistas no Brasil, que vem mostrando a diferença com o preparo do palco onde estão brilhando cada vez mais as estrelas do tambor e da baliza do norte-nordeste do país.

                        E, no transcorrer de toda a prova, outros expressivos resultados foram obtidos, como por exemplo, o da amazona Elenir Forte com Tempest Dash (Shade Times FF x Vaia Dash SA), animal da geração 2008, de propriedade do Haras Trapiá de Jaguaribe – Ceará que com o tempo de 17,663 s na categoria Feminino, mostrou toda a força da equipe cearense que tem obtido vitórias expressivas em todas as provas disputadas esse ano em terras maranhenses.

                        Há também de se destacar, no espetacular tira-teima do domingo, a atuação dos cavaleiros Rafael Leite e Mr Sun Chic Doc (Double Sun Chick x Miss Par Sun), recordista anterior, que cravou 17,431 s, do grande competidor Danny Marcio Diogenes, do Haras Trápia que cravou os tempos de 17,611 e 17,679 segundos, nas éguas Tempest Dash, já citada anteriormente e Rosita Zorrero (El Shady Zorrero x Miss Verena ZD) e do conjunto maranhense Diogo Pereira x Marlin Cody SMA (Double San Sma x Top Muce Sma) também fez bonito registrando o tempo de 17,658 s.

                        Mas, como prenúncio do que estava para acontecer no domingo, tivemos como destaque na categoria Junior, na manhã de sábado, a passada vitoriosa e incontestável do Luis Guilherme com o Rick Handful que com 17,459 s, já demonstrava que tinha, como depois aconteceu, totais condições para se sagrar o novo recordista.

                        E, no site www.sgpsistema.com podem ser vistos todos os resultados da prova, onde foram alcançados cerca de 20 tempos na casa de 17 s no tambor, além de bons resultados na baliza, demonstrando toda a capacidade das equipes envolvidas na competição.

                        Outro ponto importante a ser destacado refere-se à parceria com a AME – Associação Maranhense de Equoterapia que teve revertido a seu favor toda a renda do restaurante, com apoio irrestrito do Restaurante Feijão de Corda que doou todos os ingredientes e mantimentos para a confecção dos pratos oferecidos, além do Centro Elétrico que, mais uma vez, ajudou com patrocínio a essa nobre causa em parceria com a ATBM. Outros parceiros inigualáveis foram a Casa do Esporte, a Indubrima , Art Trófeus e o Haras Honorato que, juntamente com o Haras 4 Irmãos, anfitrião do evento, deram importante parcela de contribuição para a realização dessa maravilhosa prova.

                        E, em outubro, nos dias 11, 12 e 13, tem mais. A IV Etapa do VI Circuito Maranhense será realizada no Haras 4 Irmãos, prova dessa vez realizada pelo próprio haras, com premiação garantida de R$ 50.000,00 (Cinquenta mil reais) e mais 02 motos 0KM para quem bater os recordes de tambor e baliza do norte-nordeste, estimulando assim cada vez mais os nossos competidores a suplantarem seus tempos, agora mais perto dos 16 s no tambor e dos 19 s na baliza. Esperamos todos lá!

Luis Almeida