ANCR e ABCCC com projetos para 2013-26/11/2012

Aproximação ainda maior será benéfica para as duas associações

            A participação de animais da raça Crioula nas provas de Rédeas é bastante expressiva. Não só pelo volume de cavalos, mas também, e principalmente, pelos resultados conquistados ao longo do tempo.

            Com a posse do novo presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos Mauro Raimundi Ferreira, em 10 de outubro, e a nova diretoria, que tem Antônio Carlos Corrêa como Diretor de Rédeas, há projetos importantes para o estreitamento ainda maior entre a ABCCC e a ANCR.

            Antônio Carlos conta que o grande objetivo é dar uma ênfase maior na Rédeas, fazer com que ela cresça ainda mais dentro do Crioulo. “O novo presidente está bastante empenhado em realizar ações diferenciadas e estamos fazendo pesquisas, percebendo o que ainda falta e traçando metas”, contou o treinador e competidor.

            Uma das ideias é o fortalecimento do Campeonato de Rédeas da ABCCC. “Queremos chamar atenção do Brasil todo, trazer todos para o nosso campeonato. Fazer com que as etapas e a grande final seja um evento esperado por toda temporada.”

A ABCCC já está presente nos eventos da ANCR, oferecendo premiação em dinheiro aos melhores animais da raça em algumas categorias. Só no Potro do Futuro foram R$ 20.000,00.      Agora no Super Stakes, que aconteceu de 26 a 28 de outubro, onde Antônio Carlos representou a entidade, também houve prêmios.

            “Além dessa premiação em dinheiro que a ABCCC já oferece, queremos nos aproximar ainda mais da ANCR e para isso desenvolveremos algumas ações para que isso de fato ocorra. Queremos estar mais presentes.”

Quarto de Milha

            A participação da raça Quarto de Milha nos eventos da ANCR é sempre de muito destaque. Uma das políticas de incentivo da associação brasileira que rege a raça é uma premiação extra para os eventos oficiais da ANCR. Só em 2012, foram R$ 40.000,00, distribuídos em R$ 24.000,00 foi para o Potro do Futuro e Campeonato Nacional, R$ 8.000,00 para o Derby e R$ 8.000,00 para o Super Stakes.

            “Estaremos trabalhando para aumentar ainda mais esse incentivo. É esta a visão que eu tenho para fomento das modalidades, através das Associações especializadas, pelo fato de que quem mais entende de cada modalidade, tem mais condições de promover as competições e com isso atrair novos adeptos. A ABQM, no caso do Quarto de Minha, ganha na medida em que os novos adeptos atraídos pela ANCR começarem a utilizar dos serviços obrigatórios da associação de raça”, comentou Jefferson Abbud, na condição de vice-presidente da ABQM.

            Ele ainda ressalta que não há como negar que a premiação é o maior fator de crescimento e marketing nas competições. “Este ingrediente deve ser a soma de várias ações: Patrocínio + Apoios de Associações + Bom número de inscrições = Boa premiação. Isso é o que a atual diretoria da ANCR tem conseguido melhorar”, concluiu.

Luciana Omena
Mtb 74833/SP
(11) 4338-3480/(11) 9624-0915 / (11) 7838-0306 / ID 37894*6
MSN lucianaomena@hotmail.com
Twitter @luomena